Inovation hub VS coworking

Innovation hub ou coworking, qual é o ideal para o meu empreendimento?

Apesar dos dois espaços serem voltados para inovação e networking, existem algumas diferenças que os separam.

Vamos conhecer?

Inovação, startups, empreendedorismo, todo mundo que está antenado nesse mercado já deve ter se deparado com dois termos: innovation hub – hub de inovação – e coworking. E, apesar dos dois serem espaços de inovação, existem algumas diferenças entre eles.

O objetivo deste artigo é que você entenda mais sobre o que é cada um dos espaços e quais são as principais diferenças entre eles.

Hub de Inovação: o que é?

Os hubs de inovação são espaços de trabalho compartilhados com foco no desenvolvimento de novas ideias e projetos. Logo, seu público principal são as startups, com foco em conectar investidores, empreendedores e empresas que desejam realizar alguma inovação.

Seus espaços físicos são bem parecidos com o de escritórios, mas bem aberto justamente para possibilitar a troca de ideias, logo, as startups não costumam ficar fechadas em uma sala, uma vez que a ideia é ser um espaço de inovação aberta – open innovation.

O exemplo mais latente de um Innovation Hub é o Vale do Silício, um local onde diversos empreendimentos inovaram juntos. E, como conhecemos e pensamos hoje (espaços físicos criados com o intuito de unir startups), temos o Google Campus em São Paulo cujo foco é que empresas desenvolvam projetos de tecnologia que podem ser aproveitados pelo Google.

Também há alguns outros locais em São Paulo e outros estados do Brasil, como Curitiba, que concentram diversos hubs de inovação: Distrito Adtech, Distrito Healthtech, Distrito Retailtech e Distrito Fintech, em São Paulo, e o Distrito Spark CWB em Curitiba.

O que são os espaços de coworking?

Os coworkings também são espaços colaborativos, com uma estrutura física bem similar a de um Hub de Inovação – prédios com várias salas, escritórios abertos, mesas de trabalho dispostas e espaços de interação. E, assim como nos Innovation Hub, a ideia também é incentivar a interação e a criação de uma rede de networking.

Mas, a principal diferença dos coworkings está no seu público alvo. Se nos hubs de inovação o foco é para startups que estão começando, e eles são divididos por foco (tecnologia, financeiro, etc.), os coworkings são para todos, desde freelancers e startups até grandes empresas, independente do segmento.

Como exemplo, temos os escritórios do WeWork espalhados por todo o Brasil.

Innovation Hub x Coworking: qual o melhor?

Não existe uma resposta fechada em qual é a melhor escolha. Ambos possuem as suas vantagens e podem ser uma excelente escolha.

Então, se você possui uma startup, avalie seu modelo de negócio e seus objetivos em ir para um desses espaços.

Caso seja um freelancer, ou uma empresa maior, então sua escolha são os espaços de coworking, onde não se restringe apenas a startups. Lá, é possível fazer planos de mensalidade e usufruir de um espaço de inovação também.

Gostou de conhecer mais sobre esses espaços? Se após a leitura você acredita que precisa de um espaço de coworking, então, acesse o nosso site ou entre em contato pelo nosso número de telefone (61) 98272-0021 agora mesmo e conheça mais sobre as nossas soluções.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *